O pedido de admissão a provas de Doutoramento é realizado através de requerimento dirigido ao Conselho Científico da FFULisboa.

 

Documentação a entregar:

  • Requerimento dirigido à Presidente do Conselho Científico;
  • Exemplares em suporte digital da tese doutoramento, com a menção de Documento Provisório, correspondentes ao número de membros do júri, adicionais de mais uma unidade. A tese em suporte digital deve ser em formato não editável;
  • Exemplares do curriculum vitae atualizado, correspondentes ao número de membros do Júri, adicionados de mais uma unidade;
  • Parecer do(s) orientador(es), com concordância do coordenador de Departamento;
  • Proposta de Júri (nome completo, categoria, instituição a que pertencem, morada postal, endereço eletrónico);
  • Declaração das Bibliotecas;
  • Declaração de embargo, se aplicável.

 

Constituição do júri

Artigo 34º do Regulamento de Estudos de Pós-Graduação da Universidade de Lisboa

  • O júri de doutoramento é constituído:
    1. Pelo Presidente do Conselho Científico,que preside, por delegação de competência reitoral;
    2. Por um mínimo de quatro vogais doutorados, podendo um destes ser o orientador.
  • Sempre que exista mais do que um orientador, apenas um pode integrar o júri.
  • Em caso algum o número de vogais do júri pode ser superior a seis.
  • Pelo menos dois dos membros do júri referidos no n.º 2 são designados de entre professores e investigadores doutorados de outras instituições de ensino superior ou de investigação, nacionais ou estrangeiros, não sendo considerados para o preenchimento deste requisito eventuais orientadores externos.
  • Pode, ainda, fazer parte do júri individualidade de reconhecida competência na área científica em que se inserem a tese ou os trabalhos equivalentes.
  • O júri deve integrar, pelo menos, três professores ou investigadores do domínio científico em que se inserem a tese ou os trabalhos equivalentes.

 

Regras para a apresentação e entrega da tese de Doutoramento: 

Artigo 31º do Regulamento de Estudos de Pós-Graduação da Universidade de Lisboa

  • Na capa da tese deve constar, nomeadamente, o nome da Universidade de Lisboa e da FFULisboa,  o título, a menção de Documento Provisório, o ramo e a especialidade de Doutoramento, o nome do autor, o nome dos orientadores, o ano de conclusão, a indicação que se trata de um documento especialmente elaborado para a obtenção do grau de Doutor. Nos casos de graus atribuídos em associação ou cotutela, também deve constar a identificação das instituições envolvida;
  • A folha de rosto deve ser idêntica à capa da tese podendo fazer menção a eventuais colaborações ou entidades financiadoras;
  • A tese deve incluir resumos em português e noutra língua oficial da União Europeia, com um máximo de 300 palavras cada, até 5 palavras-chave em português e noutra língua oficial da UE e, índices;
  • Quando a tese seja redigida em língua estrangeira (inglês), deve ser acompanhada de um resumo mais desenvolvido em português, com uma extensão compreendida entre 1200 e 1500 palavras.

 

Modelos:

Capa e Folha de Rosto da Tese de Doutoramento (Documento Provisório)

Capa do CD da Tese Doutoramento (Documento Provisório)

 

Emolumentos:

Pedido de admissão a provas de doutoramento: 500€

 

Notas:

  1. A documentação é entregue presencialmente no Núcleo de Planeamento e Gestão Académica da FFULisboa, até 72 horas antes da realização da reunião de Conselho Científico;
  2. A documentação deve ser entregue em formato original e devidamente assinada.