Sabia que …

Estudo em curso sob a responsabilidade da UFS e o CADIn (Centro de Apoio ao Desenvolvimento Infantil)

PHDA Divulgação Site UFS Novo


Survey

REPORTAR EFEITOS ADVERSOS A MEDICAMENTOS

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) lançou um inquérito online com o objetivo de conhecer melhor a consciência, atitudes e comportamentos dos doentes e profissionais de saúde face à notificação de efeitos adversos a medicamentos, inclusive para medicamentos sob “monitorização adicional”.

Os medicamentos sob “monitorização adicional” são monitorizados de forma particularmente estreita pelas autoridades reguladoras. Estes são facilmente identificados através do triângulo preto invertido presente no seu folheto informativo e na informação para profissionais de saúde, chamado “resumo das características do produto” (RCM). Os profissionais de saúde e os doentes são encorajados a reportar quaisquer reações adversas suspeitas.

O questionário é traduzido para todas as línguas oficiais da União Europeia e não leva mais de 10 minutos para ser concluído. Estará aberto para respostas até 9 de outubro de 2017. Os resultados da pesquisa serão analisados ​​pela EMA e pela Comissão Europeia e as conclusões serão publicadas em 2018.


Os valproatos, ou ácido valpróico, são medicamentos que podem ser usados para a epilepsia, doença bipolar ou na prevenção de enxaquecas. Contudo em caso de gravidez estes medicamentos acarretam alguns riscos que importa conhecer.

Carregue na imagem para aceder à infografia

Valproato


SOS_RAM


CAMPANHA VISA ALERTAR PARA OS RISCOS DOS MEDICAMENTOS PARA A ACIDEZ DO ESTÔMAGO

IBP


Mao

A Notificação Espontânea consiste num relato voluntário e simplificado de uma ocorrência (evento adverso), associada a um tratamento suspeito (medicamento) utilizado por um individuo (doente) e notificado pelo mesmo ou por outra pessoa (notificador).

A notificação pode ser realizada diretamente para o INFARMED, I.P. (DGRM) ou para as Unidades de Farmacovigilância (UF) através de telefone, fax, correio ou via eletrónica, podendo recorrer aos impressos Ficha de Notificação para Profissional de Saúde / Ficha de Notificação para Utente, sites das UF ou online pelo Portal RAM.


Podem notificar qualquer Profissional de Saúde, Doentes, Utilizadores de Medicamentos ou Individuo Próximo/Relacionado.

Sabia que enquanto Doente/Utente pode notificar?

Sabia

Enquanto doente, tem o direito de notificar diretamente às autoridades eventuais efeitos secundários indesejados dos medicamentos. Pode também notificar um efeito secundário em nome de alguém ao seu cuidado, como uma criança ou um familiar. Fale com o seu médico ou farmacêutico se estiver preocupado com algum efeito secundário.” 


Campanha

A IMPORTÂNCIA DA NOTIFICAÇÃO DE REAÇÕES ADVERSAS A MEDICAMENTOS (RAM)

No contexto do programa europeu no âmbito da Farmacovigilância – SCOPE – o INFARMED, I.P. irá desenvolver entre os dias 7 e 11 de novembro, em conjunto com outras agências do medicamento da União Europeia, uma campanha de sensibilização para a importância da notificação de Reações Adversas a Medicamentos (RAM).

O objetivo das agências europeias do medicamento é aumentar a quantidade e qualidade de notificações de RAM e sensibilizar o público para a importância da notificação e esclarecer o que, quando e como notificar.


Eurpoe%20Map

AVALIAÇÃO DOS 3 ANOS DE IMPLEMENTAÇÃO DA LEGISLAÇÃO DE FARMACOVIGILÂNCIA

A informação mais detalhada desta avaliação pode ser consultada nos seguintes documentos publicados pela CE:
Report (relatório);
Staff Working Document (documento de trabalho) e que se encontram também disponíveis no site da CE.